ban
Pesquisa no Guia Pet




guias_web
Guia da Embalagem
Guia Construir e ReformarGuia da CulinariaGuia do Turismo e Lazer





submarino


voltar
<<< Anterior Próxima >>>


ESCOLHA O TAMANHO DA FONTE - A - A

17/10/2019
Cachorros são bons companheiros para praticar corrida

Médico veterinário acredita que a atividade física, além dos benefícios para a saúde, melhora o relacionamento entre tutor e animal

Cachorros são bons companheiros para praticar corrida



iStock


Correr traz diversos benefícios para o ser humano, e quando a atividade física é feita ao lado do seu melhor “AUmigo”? O médico veterinário das rações premium especial Max, Marcello Machado, afirma que tutores que correm com cachorro, também ajudam o animal no combate à obesidade, redução do estresse, aumento da resistência respiratória e o fortalecimento da musculatura. Além dos benefícios para a saúde, a corrida estimula o cão a explorar novos lugares, cheiros e melhora o relacionamento com o tutor.

De acordo com o médico veterinário, a prática de exercícios físicos faz parte da fisiologia e comportamento natural do pet, mas alguns cuidados devem ser tomados. O treino (distância e intensidade) deve ser gradual, iniciando bem baixo e aumentar aos poucos. “O cão precisa de descanso para se recuperar do esforço e não é recomendado treinar todos os dias. O cachorro pode correr de duas até três vezes por semana, mas essa quantidade varia e antes de começar os treinos, consulte um veterinário de confiança para saber se o pet está liberado para fazer atividades físicas e quais são seus limites.”, alerta Machado.

É importante ficar atento à disposição do seu cachorro antes de fazer exercícios. Se ele parecer desanimado, deixe-o descansando. Quando for realizar a atividade, o tutor deve se atentar em algumas dicas para não prejudicar, conforme orientações do médico veterinário:

  • Leve uma garrafinha de água e/ou uma tigela para colocar água e hidratar seu cão antes, durante e após os treinos;

  • Evite fazer os treinos nos horários mais quentes do dia (entre 10h e 16h) e após as refeições do seu animal. Além do calor que pode machucar a pata do cão, ele pode sentir desconforto, fadiga e ter vômitos;

  • Monitore seu cão durante o exercício. Se ele ficar ofegante ou deitar bruscamente no chão, pare e ofereça água. Não ultrapasse os limites do seu pet e retorne caminhando para sua residência ou carregue o animal no colo;

  • Fique atento às características do seu cachorro: peito grande, pernas longas, corpo esguio e aerodinâmico, como cães das raças Border Collie, Galgo, Pastores e Saluki. Se um “vira-lata” possuir essas características descritas, ele pode ser também um bom corredor. Mas, não são todas as raças de cães que têm perfil de corredor. Cachorros com focinho achatado possuem características genéticas que atrapalham na hora da atividade física.

  • Max na Dog Race
    A marca premium especial – MAX é uma das patrocinadoras da terceira edição da corrida e caminhada mais “AUnimal” de Campinas – a Dog Race, que reúne cães e tutores, desde 2017. O evento que acontece no domingo, dia 20 de outubro às 8h30, terá um percurso de aproximadamente 2km, em área verde, no Parque Botânico do Swiss Park, em Campinas/SP. A ação realizada pela Band Campinas, este ano está em prol das ONG’s Ateac e Focinho Abandonado.




    Fonte: Grupo Neovia



    COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA







     
     
    Guia Pet & Cia 2008-2019 ©, uma empresa do Grupo Guias Web - Todos os direitos reservados
    Normas de uso - Política de privacidade

    CSS vlido! Valid XHTML 1.0 Transitional