ban
Pesquisa no Guia Pet




guias_web
Guia da Embalagem
Guia Construir e ReformarGuia da CulinariaGuia do Turismo e Lazer





submarino


voltar
<<< Anterior Próxima >>>


ESCOLHA O TAMANHO DA FONTE - A - A

18/04/2017
Lucky, o gato da sorte

Ação da Adote um Gatinho contraria mitos e crenças e abre espaço para reavaliar conceitos e quebrar essa corrente mística de forma divertida

Lucky, o gato da sorte



Nos dias de hoje ainda é comum ouvir histórias sobre gato preto e azar, e graças a esse mito que corre há séculos pela sociedade muitos felinos ainda esperam por um lar seguro e cheio de amor. Com objetivo de quebrar essa corrente, a ONG Adote um Gatinho inscreveu Lucky, um gato que está esperando para adoção, em diversos sorteios e promoções.

Para surpresa de todos, Lucky trouxe mais sorte do que o esperado. O gato ganhou 18 promoções, recebendo diversos prêmios, que vão desde um tablet, passando por assinatura de TV, headphones, mochila, aula de yoga, Playstation, além de bicho de pelúcia, massagem, caneca, cestas de chocolate, kit de beleza, ração, bolo gourmet e até refrigerante grátis no McDonald’s. Nada mal para um gato preto, não?

E com o objetivo de mostrar que assim como o Lucky, gato preto dá sorte, a ONG Adote um Gatinho criou um vídeo que explica a grande rejeição que os gatos pretos têm no momento da adoção. “A ideia é conscientizar as pessoas de que tudo não passa de uma grande lenda, os gatinhos são todos iguais,” explica Susan Yamamoto, sócia-fundadora da Adote Um Gatinho. “O que muda é pelagem, ou seja, a roupinha que cada gato está usando. Não existe isso de que gato preto dá azar, tem que ser muito ignorante para deixar de oferecer casa e amor para um gatinho por conta de um mito que tem suas origens na Idade Média” completa.

De tão sortudo, Lucky ganhou também um perfil no Facebook http://www.facebook.com/luckygatopreto para ostentar seus presentes. Uma série de memes e gifs serão compartilhados em sua página para engajar as pessoas a quebrarem essa corrente mística de forma divertida. Além disso, todos os produtos que o gatinho ganhou vão para um leilão e toda a renda será revertida em prol da ONG.

Incentive essa campanha você também. Assista ao filme e compartilhe em suas redes #luckygatopreto

Sobre o Lucky

Lucky tem aproximadamente 9 anos. Foi resgatado em julho de 2014, ou seja, está com a Adote um Gatinho há quase 3 anos. Era um sábado a noite quando uma voluntária recebeu um pedido urgente de ajuda. Uma acumuladora havia morrido e havia 27 gatos no apartamento.

Os gatos estavam muito assustados, pois o óbito da senhora tinha acontecido há 4 dias, e eles estavam sem comida, água, atenção ou higiene. Dos 27 gatos, 11 vieram para o AUG, inclusive Lucky.
Ele estava mal e fraco. Descobrimos que tinha doença renal crônica. Precisou de dois meses para se erguer. Passou sete meses na casa da voluntária e depois foi para a ONG.

Sempre foi fofo, carinhoso, adorador de colo e amassador de pãozinho (gateiros, entenderão!). A doença renal está controlada, mas ele precisa tomar soro subcutâneo três vezes por semana. Falando assim, até pode parecer um gato azarado, mas na verdade ele teve a sorte de ser resgatado e vir parar na ONG, onde é muito paparicado. E com esta ação, Lucky deve ser adotado muito em breve e fazer a felicidade de um humano.

Sobre a Adote Um Gatinho
As jornalistas Susan Yamamoto e Juliana Bussab criaram a ONG Adote Um Gatinho, que desenvolve a proposta de encontrar um lar para gatos abandonados, de forma voluntária. Em 14 anos de trabalho, por meio de um site de adoção (www.adoteumgatinho.org.br), elas já entregaram 10 mil felinos. Hoje a ONG conta com a colaboração de 60 voluntários e abriga 420 gatos, que foram ou estão sendo tratados e aguardam um lar seguro. Destes, 88 felinos são pretos e de todas as idades. Por seu trabalho sério e organizado, o projeto ganhou prestígio e já conquistou o Prêmio Shelter of the Week oferecido pela SPCA Internacional*.

*SPCA Internacional é uma organização inglesa que teve início em 1824, com a intenção de proteger cavalos de corrida dos maus tratos que recebiam. Anos depois da fundação a instituição se instalou nos Estados Unidos, ampliou a rede de proteção e o número de ações e, em 2007, criado o prêmio Shelter of the Week. (http://www.spcai.org/)

Como ajudar a AUG
É possível ajudar a Adote Um Gatinho ao acessar o site ou no envio de e-mail para informacoes@adoteumgatinho.org.br.
Pedidos de ajuda a gatinhos abandonados devem ser enviados para resgates@adoteumgatinho.org.br



Fonte: Imagem Comunicação



COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA







 
 
Guia Pet & Cia 2008-2017 ©, uma empresa do Grupo Guias Web - Todos os direitos reservados
Normas de uso - Política de privacidade

CSS vlido! Valid XHTML 1.0 Transitional